Poemas participantes da enquete ( Em teste )

18 de junho de 2015

Palavras



Palavras dançam desconexas em minha mente
Riem-se por si só...
Feito criança teimosa descontente.
Desencontram-se sem rimar
FÁ, SOL, LÁ, SI, DÓ
Ai que dor!
Não há o que as faça parar.
Nem mal de amor...
Nem dor de amar.
Palavras soltas pululam
Sem rumo menina.
Sem rima...
Vão e vem na contra mão de um poema
Correm leves, alegres, inquietas.
Fugindo risonhas, da pena
Procuram a mão de um poeta.
Em meus olhos flutuam, suaves e pequeninas
Vestidas de emoção.
Deslizam em semi versos
Buscando pela tal inspiração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu

Gosto de escrever. Escrever para mim é uma necessidade, uma cura. Escrever é um ato de extrema entrega, é de dentro pra fora. Escrevo por urgência, escrevo por amor e com amor. Sou imediatista, intensa, e sonhadora! Defeitos? Tenho muitos, incontáveis talvez; melhor nem dizê-los.; Tenho uma alma sonhadora. Sonho, e como sonho...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...